Pôr o design no seu lugar

Dia 31 de Março vou estar em Coimbra para a primeira edição do Encontro Nacional de Estudantes de Design. A minha palestra vai ter lugar às 18h, e estes são os seus respectivos título e sinopse.

Pôr o design no seu lugar 
Uma má crítica pode (pode mesmo?) fechar uma peça de teatro, mas não pode (não poderá nunca?) demolir um edifício. Uma boa crítica pode (mas será que consegue?) não conseguir manter um restaurante cheio, nem salvar (poderia alguma vez?) uma indústria. Que impacto tem então a opinião informada de um ou mais críticos de design junto da classe que pratica esta actividade, dos clientes que procuram os seus serviços, e dos demais cidadãos que vivem com e entre o seu trabalho? Que contextos e funções existem hoje para a crítica do design? Quem fala e escreve, quem lê e ouve, quem discute, quem se interessa, quem se importa? Através de apresentação de alguns projectos, da interpretação mediática de outros e de uma ou outra provocação, esta palestra pretende mostrar que a crítica de design procura não distinguir entre o certo e o errado, entre a virtude e a chico-espertice, ou entre o génio e a fraude. Não pretende tão-pouco deitar abaixo ou elevar alguém ou alguma coisa ao estatuto de “acima de qualquer crítica”. Acima de tudo, a crítica existe para, e deve persistir em, pôr o design no seu lugar.”



One Comment

  1. Carolina Vaz-Pires wrote:

    Olá Frederico! Queria agradecer a sua presença na palestra do ENED, sem dúvida de que foi uma das melhores! Ficarei bastante alerta e daqui para a frente tudo (ser)á diferente! Uma óptima continuação do bom trabalho!