Ecobrilho

Joias mostradas na Bienal de Design de Curitiba, entre setembro e outubro, revelaram inovação e foco em sustentabilidade. Conheça as ideias, técnicas e materiais desse novo luxo brasileiro

© DR

Colares de papel e ouro, Bettina Terepins e Domingos Tótora
“A joia pode ser algo diferente de um colar com ouro, pedras e diamantes.” Quem diz é Bettina Terepins, designer de joias de São Paulo, sobre os resultados da sua parceria com o designer e mago do papel craft reciclado de Maria da Fé (MG), Domingos Tótora. Entre a rudeza do papelão e a delicadeza do ouro, os colares por eles desenhados e expostos na mostra Reinvenção da matéria, no Museu Oscar Niemeyer, mostram que o encontro de opostos pode ser bem-vindo.

© Fábio Del Re

Colares e braceletes Jalapa, Marcelo Rosenbaum e Heloísa Crocco
A convite da designer gaúcha Heloísa Crocco para um dos seus projetos Piracema, que aproximam designers e comunidades de artesãos, o designer paulistano Marcelo Rosenbaum passou dez dias no Tocantins, mais precisamente no Jalapão, o celeiro do capim-dourado, matéria-prima única do Brasil. Para a coleção Jalapa, composta de maxibijuterias, Rosenbaum buscou atenção para o material. “Eu quis valorizar o brilho do capim-dourado, realçar seu caráter nobre e usar outros materiais que contrastam com ele, mas sem roubar a cena”, diz o designer. Estes colares e braceletes alcançam um máximo impacto com o uso mínimo do capim precioso.

© DR

Joias Orgânicas, Flávia Amadeu
Os colares de borracha macia, translúcida e colorida criados por Flávia Amadeu são joias que transpõem a ideia de um adorno luxuoso e se tornam símbolo de inovação tecnológica, sensibilidade ambiental e progresso social. Extraída de acordo com a tecnologia alternativa Tecbor, desenvolvida pela Universidade de Brasília, a borracha natural usada nas peças permite aos seringueiros de látex da Amazônia ter ganhos maiores com a sua extração. Na verdade, todos ganhamos com isso.

© DR

Coleção Araucária, Miriam Mamber
Há 30 anos Miriam Mamber cria joias a partir dos mais invulgares metais, pedras, sementes e fungos oriundos de longínquas terras brasileiras. Paulistana de adoção, mas curitibana de berço, Mamber mostrou nesta Bienal de Design uma coleção de objetos que a trouxe literalmente de volta às suas raízes. A inspiração vem da araucária, a quase extinta conífera do sul do Brasil. Ela fundiu ouro, aço, opala, dendrita e ônix em colares e broches de grande pureza e simplicidade.

© Mauro Kury

Bracelete Índio Urbano, Mana Bernardes
Sob o olhar da designer, poetisa e educadora carioca Mana Bernardes, milhares de lâminas são cortadas nos plásticos PET e PVC e combinadas em colares, braceletes e broches de rara elegância e luminosidade. Estas joias mostram como, por meio do design, um material consegue transcender um estado de lixo para chegar a um estatuto de luxo. “No dia que alguém gostar do que faço só porque é feito de material reciclado vou ficar triste”, diz Mana.

Acabado de chegar a São Paulo de Curitiba, vindo da Bienal Brasileira de Design, conheci (através do amigo e fotógrafo Leonardo Finotti) numa inauguração a nova editora da Casa Vogue, autora e curadora Taissa Buescu, que me convidou a escrever para a revista. Dois dias depois reunimo-nos na redação da revista com o Artur Andrade, redator-chefe, e falámos de tudo e mais alguma coisa. Algumas semanas mais tarde saía a minha primeira “matéria” em português do Brasil.

Casa Vogue 303, Novembro 2010



9 Comments

  1. I think this is a real great post.Really looking forward to read more. Awesome.

  2. magnificent points altogether, you simply gained a new reader.
    What could you recommend in regards to your publish that you
    made a few days ago? Any positive?

  3. I cannot thank you enough for the article.Much thanks again. Will read on…

  4. That is the appropriate blog for anybody who needs to seek out out about this topic. You notice a lot its virtually arduous to argue with you (not that I actually would want…HaHa). You definitely put a brand new spin on a subject thats been written about for years. Great stuff, simply nice!

  5. Way cool, some valid points! I appreciate you making this article available, the rest of the site is also high quality. Have a fun.

  6. Its like you read my mind! You seem to know so much about this, like you wrote the book in it or something. I think that you could do with a few pics to drive the message home a little bit, but instead of that, this is wonderful blog. A great read. I’ll certainly be back.

  7. porno wrote:

    I am so grateful for your blog article.Thanks Again. Keep writing.

  8. porno wrote:

    Wow, great article post. Great.

  9. wow, awesome article.Really looking forward to read more. Cool.

Leave a Reply